Hamilton & Rotorua: Hobbits, enxofre, minhocas luminosas e “the panados” (2/2)

Uma das principais razões por que muito boa gente quer ir à Nova Zelândia é por ser o local onde foram rodados os filmes do Senhor dos Anéis e Hobbit. Apesar de não me confessar uma fã por aí além dos livros, adorei os filmes e acho sempre fantástico visitar os cenários de grandes produções cinematográficas, tal como a do Harry Potter.

Por isso, Hobbiton já estava há muito na minha bucket list e claro que não ia deixar esta oportunidade passar.

HOBBITON™ MOVIE SET TOUR 

A visita começa com uma curta viagem de autocarro até ao Shire. No autocarro somos recebidos pelo Peter Jackson em formato audiovisual que nos dá as boas vindas à Middle Hearth e nos conta como aquele lugar é especial.

Há alguns anos atrás, o Shire não era mais do que uma quinta de ovelhas, e foi quando a equipa do Peter Jackson sobrevoava de helicóptero a Nova Zelândia à procura do local perfeito para filmar que encontraram esta quinta. E correspondia lindamente ao lugar pacífico e acolhedor descrito no mundo de J.R.R.Tolkien.

Mapa de Hobbiton

De uma forma muito “hollywoodesca” decidiram aterrar na quinta do senhor Alexander que infelizmente estava a ver um jogo de rugby na altura, ou seja, tinha melhores coisas a fazer do que falar com estes dois marmanjos armados em espertos. Eventualmente o jogo lá foi para intervalo e com a oferta milionária que lhe fizeram não deve ter sido uma escolha difícil. Hoje, com as tours, aquela deve ser uma das famílias mais ricas da Nova Zelândia! Mas as ovelhas ainda andam por lá 😉

Durante duas horas somos acompanhados por um guia super simpático que fala como se tivesse vivido cada momento daquela aventura. Histórias sobre os directores, actores e até figurantes e adereços não faltam. É impossível não ficar com um sorriso de orelha a orelha enquanto se absorve aquele mundo.

E as casas (tocas dos hobbits) são a coisa mais adorável de sempre! E o detalhe é incrível. Cada uma tem adereços únicos que representam a actividade preferida de cada habitante. Não há nada deixado ao acaso, tudo tem um propósito. E é por isso que os filmes são uma obra-prima.

A visita acaba no Green Dragon o pub de Hobbiton com direito a uma bebida. Se fores a horas de almoço ou se tiveres fome aconselho-te a provar a empada de vaca e ale. É óptima e serve muito bem de almoço! Não vou contar mais detalhes para não estragar a surpresa 😉

The Legendary Black Water Rafting 

E porque não podia deixar a Nova Zelândia sem fazer um desporto radical, decidi fazer Black Water Rafting nas Glowworm Caves de Waitomo.

Fazer o quê???! Eu explico: Andar com umas bóias gigantes dentro de grutas com rápidos, água gelada e minhocas bioluminescentes no tecto. Está melhor assim?

O conceito parece um bocado estranho, mas garanto que vale muito a pena. Para além da adrenalina de andar dentro das grutas e saltar de costas para cascatas e outras coisas engraçadas, não há forma melhor de ver as glowworms do que a flutuar por um rio subterrâneo e a olhar para um “céu” de estrelas azuis turquesa.

As minhoquinhas luminosas

Como não tenho fotografias desse dia (só um postal) deixo aqui o vídeo da empresa com quem fiz a tour e que recomendo!

Tenho só que dizer que houve momentos em que pensei que ia entrar em hipotermia porque a água estava a 13 graus… Mas sobrevivi e fazia tudo outra vez! No fim eles dão sopinha quente e bagels com manteiga 😀

Dicas rápidas:

Hobbition: De Hamilton ao Movie Set são 45 minutos de carro e não é possível ver o local sem visita guiada. As visitas duram cerca de duas horas. Custo: 79 NZD. A loja deles é óptima e dá vontade de comprar tudo! Leva ténis porque os caminhos são meio enlameados e com chuva só pioram. Chapéus-de-chuva incluídos. Tenta ir em época baixa ou intermédia (sem ser no Verão) porque, segundo o meu guia, é um inferno!

Black Water Rafting: Não é preciso ter nenhuma apetência física especial. A mim faz-me imensa impressão ter de saltar de costas, mas tirando isso fez-se bem. Prepara-te para o frio! O preço da tour que fiz é de 138 NZD. De Hamilton a Waitomo é uma hora de viagem de carro.

A primeira parte desta aventura aqui.

2 Comments Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s