7 razões para não saltar Teerão

Teerão é uma cidade que os turistas gostam de evitar. É conhecida por ser caótica, feia e poluída. E é tudo verdade. Mas também é a capital do Irão, um dos lugares menos conservadores do país e dá-te uma oportunidade única para observar o dia-a-dia, comportamentos e cultura dos seus habitantes locais.

E por isso reuni 7 razões para te convencer que perder pelo menos um dia a visitar Teerão não é assim uma ideia tão má 😉

Razão número 1# – Palácio Goldestan

O palácio mais bonito que vi no Irão tinha que ser a razão número um. Desde os seus jardins e painéis de azulejos exteriores até aos luxuosos interiores com paredes forradas a espelhos, este palácio tem tudo para fazer a delícias de qualquer viajante.


Recomendo-te a comprares só a entrada geral (admission) e a entrada para o hall dos espelhos, a parte mais impressionante do palácio.

Razão número 2# – O Grande Bazar

E o que é que seria de uma cidade Iraniana sem um bazar?! Como visitámos Teerão durante o Norwuz (ano novo persa), apanhámos o bazar bastante vazio e com muitas lojas fechadas. O que eu acho que foi uma bênção. Assim, podemos passear mais calmamente pelo seu enrodilhado de ruas e ser abordados só uma vez por um vendedor de carpetes. Os bazares no Irão vendem mesmo tudo e estão longe de ser feitos para os turistas. É onde toda a gente, maioritariamente mulheres, compram roupa, especiarias, coisas para a casa, etc.

Razão número 3# – Tabiat Bridge

O meu lugar preferido de Teerão. Esta ponte de arquitectura futurista foi construída em 2014 e tornou-se num dos lugares de eleição dos iranianos para irem passear, fazer um picnic e tirar selfies.

É uma oportunidade para conhecer melhor a forma como os iranianos se relacionam entre si e como passam os seus tempos livres.

Razão número 4# – Azadi Tower                             

Quando penso em Teerão, a primeira imagem que me vem à cabeça é a da monumental Azadi Tower, construída para celebrar os 2500 anos da fundação do estado do Irão. Apesar de ser um mamarracho, é um símbolo da cidade e do país que acho que merece ser visitado. Atravessar a rotunda para lá chegar pode ser uma tarefa mortal!

Razão número 5# – O metro de Teerão

O metro de Teerão é um mundo à parte. Não há lugar com mais entretenimento no Irão como este! Começas por reparar que as carruagens não são todas iguais. Umas são para toda a gente e outras são só para mulheres.

Quando entras e te sentas (se houver lugar) reparas que há pessoas a andar de carruagem em carruagem a vender de tudo. Literalmente tudo. Esfregões da louça, meias, carregadores de telemóvel, lanternas, carteiras… Quem precisa de ir ao supermercado quando pode ir para o metro? Os vendedores chegam, apresentam o seu produto, o preço e continuam para o público seguinte. Queres pagar com cartão? Também é possível! Um género de espectáculo de televendas itinerante ao vivo. Imperdível.

Razão número 6# – Museu das Jóias

Esta é uma razão que dou sem conhecimento de causa. Infelizmente os horários apertados deste museu (Sábado a Terça das 14 às 16.30 da tarde) não coincidiram com o dia que passei em Teerão e por isso não o pude visitar. Mas pelo que ouvi dizer é um dos museus mais impressionantes do Irão e merece mesmo uma visita.

Razão número 7# – Kojeen Hostel + See you in Iran

Foi um Iraniano que me recomendou ir para este hostel em Teerão. Apesar de não ter as melhores condições de sempre, tenho que admitir que é o local ideal para conhecer outros viajantes e é um bom ponto de partida num país que pode ser overwhelming no primeiro dia. O staff é muito simpático, o hostel fica mesmo ao lado do jardim dos artistas e a wifi funciona! Qualquer dúvida ou coisa que precises terás certamente alguém para te ajudar.

Eles têm um grupo no Facebook chamado “See you in Iran”, o maior grupo de apoio a viajantes no Irão, que será indispensável no planeamento da tua viagem.

Razão extra, número 8# – Aleatoriedade

Para além disso, na nossa primeira noite em Teerão, encontrámos um grupo de três franceses e um iraniano que lhes andava a mostrar umas partes da cidade enquanto se dirigiam para o metro para ir até ao aeroporto. Sem percebermos bem como juntamo-nos a eles e passámos algum tempo a conversar – lá fui eu desenterrar o meu francês – e a explorar umas novas partes de Teerão. O iraniano parecia querer levar-nos a jantar mas por causa dos feriados estava tudo fechado! Eventualmente lá nos despedimos e eles foram para um lado e nós fomos procurar a prometida comida, sendo que acabámos num fast food, mas com a fome que tínhamos aquela “carne” soube-nos pela vida!

E este é o principal encanto do Irão, nunca sabes o que pode acontecer, quem vais conhecer ou os convites que te vão fazer.

3 Comments Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.