Turim, aqui vive-se bem!

São precisos poucos segundos para perceber que Turim é diferente da maioria das cidades italianas. A arquitectura é um cruzamento entre Paris e Viena, as avenidas são largas e limpas e as ruas estão cheias de lojas finas com montras apetecíveis.

E ao fim de 4 dias em Turim nomeei-a como a cidade com maior qualidade de vida de Itália! Sei que é um grande título, mas estou pronta para defendê-lo com unhas e dentes. Estes são os meus argumentos:

1º Argumento: Tem um rio

Para uma pessoa que viveu a vida inteira numa cidade rodeada de água, isto é uma das coisas mais importantes para mim. Turim tem um rio a sério ladeado por jardins verdejantes com passeios e ciclovias onde toda a gente vai para correr, socializar ou simplesmente passear.

Não deixes escapar o Borgo Medieval que completa lindamente a paisagem.

2º Argumento: Tem miradouros

Quem é que não gosta de uma boa vista sobre uma cidade, especialmente se for gratuita?! O Monte dei Cappucini oferece uma vista espectacular enquadrando a Mole Antonelliana com as montanhas (que muitas vezes estão escondidas pela neblina) e dando material fotográfico muito promissor.

Se quiseres uma vista ainda mais ampla podes apanhar um autocarro até à Basilica di Superga

3º Argumento: Tem um ex-libris

A Mole Antonelliana é um edifício gigantesco e algo singular, porque parece que houve ali um problema nos cálculos… Fica muito estreito “muito depressa”! De qualquer forma é um monumento muito interessante e hoje em dia é onde está o famoso Museu Nacional do Cinema, o museu mais alto do mundo.

4º Argumento: Tem tudo o que uma cidade Italiana deve ter

Piazzas, igrejas a dar com um pau, restaurantes deliciosos, bons museus, uma gelataria em cada canto e montras de bom gosto, Turim tem isto tudo. Destacam-se as Piazza Castello e a Piazza San Carlo ambas com várias pérolas arquitectónicas da cidade. Na primeira podes encontrar o Palácio Real e o Palácio Madama. Na segunda estão as Igrejas “gémeas” Santa Cristina e San Carlo Borromeo.

Se gostas de história, em particular do período egípcio, visita o Museu Egípcio, um dos maiores e melhores do mundo. Tenta ir cedo porque à tarde está infestado de visitas de estudo!

E deixei o melhor para o fim: a comida. Tal como em Milão o Signor Vino é sempre uma boa aposta. A comida é deliciosa e os preços decentes. A Focacceria Ligure para refeições mais rápidas e leves também é uma boa opção. Já nos gelados os Alberto Marchetti ganharam a taça.

5º Argumento: Tem a sua própria Versailles

Qualquer cidade que se preze tem um palácio grandioso e Turim tem Reggia di Venaria Reale. A 10 km do centro e acessível com um autocarro urbano que demora quase uma hora a lá chegar (Nº11) – prepara-te para estremeceres a viagem toda – está o palácio que inspirou Versailles.

Só pela Galleria Grande já vale a pena lá ir, mas também é um óptima forma para aprender mais sobre a história de Itália e da sua realeza. Os jardins e o espectáculo das fontes de “dançam” ao som da música (quando lá estive foi ao meio dia) completam a experiência.

Depois destes argumentos suponho que te tenha convencido completamente que em Turim é que se vive bem! De que é que estás à espera para visitar??

Dicas rápidas

Transporte: De Milão a Turim são cerca de duas horas de autocarro ou comboio (dos mais lentos). A Flixbus tem bilhetes a partir dos 5€ e os comboios começam nos 12€.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s