As 5 razões pelas quais me apaixonei por Oxford

Há 5 anos atrás, depois de uma viagem pela Escócia com os meus pais, descemos até Londres de carro e parámos em Oxford para uma visita de um dia. Lembro-me de estar entusiasmadíssima porque ia ver vários lugares onde os filmes do Harry Potter tinham sido filmados. E posso garantir que, em 2013, isto (bem como a visita do dia seguinte aos estúdios da Warner Bros.) foi o que me entusiasmou mais sobre esta cidade!

Mas estava na altura de regressar e, já que Oxford ia ser o nosso ponto de partida para ver os Cotswolds, aproveitámos e fomos descobrir a cidade ao pormenor. E não é que adorei?! Aqui vão 5 razões para visitares a cidade estudantil mais famosa do mundo:

O paraíso dos nerds literários

Okay, a minha primeira razão não mudou muito em cinco anos. Mas para além do Harry Potter vou incluir o Tolkien, o C.S.Lewis e o Lewis Caroll. Parece que Oxford conseguiu produzir alguns dos maiores génios literários de sempre.

E como se não bastasse andar pelas ruas onde eles andaram e poder ir ao The Eagle and Child, o pub onde o Tolkien e o C.S.Lewis se encontravam (sim, eles eram amigos) ainda tive a sorte de apanhar a exposição “Tolkien: Maker of Middle-Earth” com inúmeros manuscritos e esboços produzidos pelo mesmo.

Livraria de 1819 ❤

Se quiseres explorar um pouco mais a fundo o passado literário desta cidade podes fazer uma “Literary Walking Tour” onde vais explorar ao pormenor os vários lugares que inspiraram algumas das mais famosas obras do mundo.

A free walking tour

Apesar de termos andado duas horas à chuva e de termos acabado com os pés completamente encharcados, recomendo a 100% as Footprint Tours. Nas tours grátis nunca se sabe bem se o guia vai ser muito bom ou muito mau, mas neste caso a guia era muito boa e aprendemos imenso sobre a cidade.

As tours começam aqui!

As tours são dadas por alunos de Oxford e, como tal, eles sabem tudo e mais alguma coisa sobre o que ali se passa. Desde os clubes mais elitistas das faculdades ou a forma como se fazem os exames até aos escritores e momentos históricos que influenciaram o destino de Inglaterra como nação, estas tours valem mesmo a pena. No fim, dás a gorjeta de acordo com o que achas que o guia merece.

Oxford ao nascer do sol

Depois de um dia de chuva constante, tinha à volta de 5 fotografias de Oxford. Sacrilégio! Por isso, decidi acordar com as galinhas no dia seguinte e ir fotografar a cidade como ela merece. E estava magnífica.

Acabei por fazer a mesma rota do dia anterior e aqui vão os sítios que visitei e que podes ver nas fotos: Balliol College, Trinity College, The Sheldonian Theatre, Bridge of Sights, University Church of St Mary the Virgin, Oriel College, Radcliffe Camera e Bodleian Library.

 

Se tivesse que eleger dois sítios para visitar (no interior) seriam a Christ Church Cathedral e a Bodleian Library. Ambas aparecem no Harry Potter! 😉

Bodleian Library

As ruas e a atmosfera

A minha rua preferida de Oxford é a University of Oxford, St Mary’s Passage, Oxford OX1 4AJ. Porquê? Porque foi onde o C.S.Lewis se inspirou para a sua saga das Crónicas de Nárnia. A rua tem dois centauros, um leão, uma porta e um candeeiro, tal como a cena que abre o segundo livro. Só me faltou a neve.

Para além desta rua mágica, as ruas de Oxford estão cheias de gente jovem, há pubs e restaurantes por todo o lado. Se estiveres à procura de um lugar barato para almoçar ou jantar recomendo o The White Rabbit, com pizzas e panini a preços decentes.

Os parques, rios e museus

A lendária rivalidade entre Oxford e Cambridge e as suas equipas de remo não existiria se ambas as cidades não tivessem rios onde os alunos pudessem treinar. O rio Tamisa passa por Oxford e é o lugar perfeito para desfrutar da natureza e ver esquilos e vacas que por lá andam a pastar. Um dos meus sítios preferidos em Oxford para passear é o Christ Church Meadow.

E um último conselho: Caso esteja a chover torrencialmente durante a tua viagem a Oxford, podes aproveitar e ir ver um dos muitos museus que a cidade tem para oferecer, porque são quase todos grátis.

Oxford é definitivamente um lugar que não te pode escapar numa visita a Inglaterra!

 Dicas rápidas

Transportes: Apanhámos o comboio de Londres e em cerca de uma hora estávamos em Oxford. Escolhemos as Chiltern Railways por terem os preços mais baratos (7 pounds ida). Os preços variam muito consoante as horas e a antecedência com que são comprados. Se puderes, uma semana antes da viagem seria o ideal. Partida de London Marylebone.

Alojamento: Ficámos no Oxford Backpackers Hostel. Pareceu-me ser a melhor relação qualidade-preço da cidade, apesar da qualidade ficar um pouco aquém… Não era um hostel particularmente limpo ou bem cheiroso, mas para dormir duas noites serve e é bastante central.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.